Conteúdo de valor no digital | Como criar o seu

Atualizado: 27 de jul. de 2021

Confira algumas dicas para você começar a desenhar uma estratégia de conteúdo para a sua marca de moda no digital.


Uma estratégia de conteúdo é uma forma bastante utilizada que marcas de moda vêm buscando para se impulsionarem no mercado. De forma simplificada, uma estratégia de conteúdo envolve o planejamento, criação e gerenciamento do conteúdo que você publica em diferentes mídias, por isso é necessário um bom planejamento antes de colocar a estratégia em prática.

Mas, o que é marketing de conteúdo?

Marketing de conteúdo é uma estratégia de atração realizada por meio da criação de conteúdo valioso e relevante aos usuários como: textos, vídeos, ebooks, posts em redes sociais, que podem melhorar a sua percepção de marca.

Presente desde o final dos anos 90, essa atividade se popularizou muito com o crescimento das mídias sociais, na medida que marcas e influenciadores batalham pela atenção e engajamento dos usuários. Indo além das mídias sociais, a estratégia de conteúdo deve englobar qualquer tipo de comunicação que você terá com seu consumidor, sejam de fato as redes, ou até emails marketing e suas comunicações por WhatsApp.


Ainda assim, vemos muitas marcas que abordam o conteúdo de forma mais orgânica, sem muito planejamento do que será publicado, onde, como e até porque.


Pensando nisso, trazemos aqui 7 dicas básicas para você começar a desenhar a estratégia de conteúdo da sua marca!


1. Considere seu público


Você já deve ter reparado que sempre começamos nossas dicas de estratégia com esse passo - seja para o desenvolvimento da sua coleção, o planejamento do mix de produto e moda ou para a criação de campanhas.


É porque, de fato, colocar o seu consumidor em primeiro lugar é essencial para que sua marca seja coerente e relevante, e deve nortear qualquer decisão que você tomar. Para criar sua estratégia de conteúdo, você deve levar em consideração quem é o seu público (ou o público que você quer atingir), entendendo fatores básicos como faixa etária e gênero, além de como e onde eles engajam com a sua marca.


Um erro comum das marcas é tentar atingir todo mundo, e acabar não criando uma conexão com ninguém.


2. Escolha suas plataformas


Entendendo quais são as plataformas que seu público mais usa, você poderá escolher com mais eficácia os meios que você usará para se comunicar com ele. Atualmente, o Instagram se tornou a mídia social mais relevante para marcas de moda, mas às vezes, também é preciso estar presente em outras redes, como Facebook, LinkedIn e até email marketing.

Se você optar por criar um perfil em diferentes canais, é importante lembrar de alimentá-los com regularidade, e também entender o perfil e peculiaridades de cada um - o conteúdo que você publica não poderá ser exatamente o mesmo em todos os canais, é preciso ter uma estratégia distinta para cada, feita de acordo com a sua audiência e também com o perfil a plataforma em si.


Replicar alguns posts em diferentes canais é normal e até esperado, porém, pense também nas diferenças entre eles.


3. Formatos e assuntos


Tendo uma estratégia mais ampla do tipo de assunto que você ficará em suas comunicações, chega a hora de entrar no detalhe de tudo aquilo que você quer e deve abordar, seja em termos de assuntos ou de formatos de conteúdo. Uma dica prática é listar tudo isso de forma detalhada, incluindo as variações de assunto e formato, para você já entender a dimensão e complexidade da estratégia que está desenhando.


Atualmente, é importante considerar mais de um formato, incluindo fotos e vídeos, por exemplo, além de falar de assuntos que vão além de apenas os seus produtos


4. Esforço vs Relevância


Através dessa visão detalhada, você também deverá começar a responder 2 questões:

  1. Qual é o esforço necessário para a geração desse conteúdo: "esforço" pode significar tempo, dinheiro ou outros recursos variados, como equipamento ou pessoas do time.

  2. Qual é a relevância desse conteúdo para o público: aqui, você já precisará começar a analisar a performance de certos conteúdos, notando se sua audiência engaja com os posts, clica nos links, etc.


Essa análise da relação entre esforço e relevância começará a te dizer se você está gastando muito tempo ou dinheiro em conteúdos que não são interessantes para o seu público, por exemplo.


É claro que o ideal são aqueles conteúdos que demandam baixo esforço e possuem alta relevância, mas também sabemos que eles são raros - e isso é normal. É normal, inclusive, termos conteúdos de baixa performance, mas que mesmo assim são mantidos, mas é importante que você tenha um equilíbrio sustentável entre esforço x relevância.


Um exemplo prático disso para ficar mais claro: vídeos costumam ser um conteúdo de maior esforço, já que demandam o tempo de alguém planejar o que falará, além de gravá-lo e editá-lo antes de postar.


A performance dele varia de acordo com inúmeros fatores mas, muitas vezes, notamos que a audiência não assiste, tornando-o um conteúdo de alto esforço e baixa relevância - são esses que devemos evitar ao máximo.


5. Se organize


Assim como para o desenvolvimento e produção da coleção, planejamento também é essencial na hora de desenhar sua estratégia de conteúdo. Tente organizar seus posts e comunicações de forma específica, criando um calendário semanal ou mensal, e até se preparando para aquelas datas maiores ao longo do ano.


É importante se manter fiel ao seu planejamento seguindo os prazos de entrega, mas lembre-se também de manter flexibilidade e espaço para mudanças e conteúdos reativos - são aqueles que são criados em resposta a algum acontecimento repentino, que não estava no planejamento.


A própria pandemia do coronavírus e todas as mudanças causadas por ela são um exemplo de como, às vezes, é preciso se adaptar aos acontecimentos gerais, muitas vezes sacrificando um planejamento prévio para não parecermos desinformados ou insensíveis.


6. Crie consistência


Você também poderá já determinar qual será a recorrência de cada tipo de conteúdo. É claro que existem aqueles conteúdos e ações únicos, que serão feitos uma única vez, mas criar uma "série" especial, ou se mostrar organizado em relação à frequência e atualizações é importante para criar uma consistência. Isso fará com que uma parcela do seu público comece a consumir seu conteúdo como parte de suas rotinas, acostumados a esperar por certo assunto.


Para ferramentas que trabalham muito baseadas em algoritmos, como o Instagram, isso é ainda mais importante para que seus seguidores engajem de forma frequente com seu perfil, e ele continue aparecendo para eles.


7. Analise (sempre!) a performance


Como já falamos, entender como o seu público se engaja com o seu conteúdo é essencial para você ter uma estratégia efetiva e que demanda uma quantidade de esforço que você possa atender. Para isso, analisar a performance dos conteúdos que você publica deve se tornar uma atividade constante, para você não apenas adequar melhor seu planejamento, mas também para conhecer seu público com mais profundidade.


Olhe para dados básicos, como número de curtidas e comentários nas mídias sociais, mas também não se esqueça dos recursos mais detalhados oferecidos por diversas ferramentas (do Instagram às ferramentas de email marketing), que te dizem dados como horas de pico, número de cliques no link, número de emails abertos, etc.


Saber as suas próprias melhores práticas é uma ótima forma de fazer seu planejamento futuro, assim como olhar para o histórico de vendas é importante para determinar as próximas coleções.


Quer ter acesso ao material completo ou outros conteúdos semelhante a esse? Entre em contato com os nossos especialistas pelo WhatsApp e conheça a Use Fashion.


 

A Use Fashion


Tenha o poder de estruturar e expandir sua empresa, não importa quão pequena seja sua marca de moda.


Você já pensou em ter os métodos e a informação de que você precisa para estruturar sua estratégia de negócios, produzir peças de sucesso em vendas e vender de maneira eficiente? Na UseFashion, ajudamos a simplificar os pilares da sua marca de moda para que você possa se concentrar no crescimento da sua marca de moda.


Porque crescer não precisa ser complicado.